A CULPA É DO PT

Postado por Paulo Cezar Soares | Domingo, 19 de Novembro de 2017

 

Na semana passada, uma amiga da Bahia me ligou e disse que não viria mais passar suas férias no Rio por causa da violência. Revelou que praticamente todos os dias toma conhecimento, via jornais e internet, e também no papo informal com conhecidos e colegas de trabalho, de algo violento ocorrido na Cidade Marivilhosa (?), onde o deputado estadual e secretário de cultura, André Lazaroni, tentou mostrar que é um homem culto durante um discurso na Alerj- Assembléia Legislativa do Estado do Rio  de Janeiro - e confundiu o persoanagem da “Escolinha do Professor Raimundo”, Bertoldo Brecha, com Bertolt Brecht ( 1898-1956 ), dramaturgo e poeta alemão. Com um secretário desse nível vai ser difícil o Rio superar a crise que está enfrentando. Depois dessa o secretário deveria ter sido exonerado. A educação agradeceria.

Na verdade minha amiga está apavorada. Pelo menos foi essa a impressão que eu tive. Talvez eu possa até estar exagerando. Não sei! Ouvi mais do que falei. Confirmei que, de fato, os índices de violência em todos os campos não param de crescer. E sugeri que, neste momento, ela fosse passar suas férias num local  mais tranquilo. Fora do Brasil, naturalmente. Mais uma vez teremos um final de ano atípico: as pessoas estão preocupadas, aflitas e inseguras com a situação do país.

A partir do momento que o presidente Temer assumiu o poder após o golpe contra a presidente Dilma Roussef, democraticamente eleita e que não cometeu nenhum crime, o país tem experimentado um retrocesso em todas as esferas. Temer, que não tem nenhum apreço pelo povo brasileiro e pelo Brasil, é capaz de tudo para assegurar o seu poder. Suas ações antiéticas e desumanas, para dizer o mínimo - como por exemplo, a Reforma Trabalhista, ressuscitando a escravidão - ampliou a crise econômica e, como consequência, o desemprego aumentou. São 14 milhões de desempregados.

O país vive um quadro de anomia social. Prato feito para a escalada da violência, que ocorre não só no Rio de Janeiro de maneira mais acentuada, mas em todo o país. No Rio, marginais saltam de um carro numa das ruas mais movimentdas do bairro do Méier -  Zona Norte da cidade - e fuzilam um coronel da PM em plena luz do dia.
Leitor:  tudo isso, a crise econômica, o desemprego, a violência e a corrupção dos nossos empresários e políticos, sabe de quem é a culpa? Sim, porque tem que ter  sempre um culpado. A culpa é do PT. Antes do PT assumir o poder  não havia nada disso. O país vivia um outro clima. E nossos empresários e políticos eram homens probos. 

Risível!