Combate sem tréguas

Postado por Paulo Cezar Soares | Sábado, 14 de Outubro de 2017

A polícia precisa, mais do que nunca, de apoio perante a população. Com o apoio do povo, a tendência é melhorar em vários aspectos , entre eles, a infraestrutra e melhores condições de trabalho. Além é claro, de um combate mais efetivo e eficiente contra a bandidagem, que tomou conta do Estado.A mudança de imagem da instituição policial- tanto militar quanto civil - é difícil, mas não imposível.

A fase é adversa. Isso é fato. Óbvio. Mas de vez em quando o óbvio tem e deve ser dito. É nos momentos difíceis, na hora em que o barco está afundando, que conhecemos os bons profissionais. Infelizmente, corrupção e desvios de conduta, principalmente quando envolvem oficiais de alta patente, como ocorreu com o major Alexandre Silva Frugoni de Souza, comandante de Polícia Pacificadora (UPP) do Caju, Zona Norte do Rio, abalam o moral  da tropa, que convive com problemas sérios , entre eles, as constantes mortes de colegas de farda, vítimas da bandidagem que tomou conta do Estado.

Durante uma operação da Corregedoria da PM, realizada na última quarta-feira, o major foi preso. O mesmo ocorrendo com mais dois PMs. Armas e drogas foram encontradas na UPP. Suspeita-se que os PMs usavam as armas e as drogas para forjarem autos de resistência. Na sala do major foram encontradas uma pistola Glock com a numeração raspada, quatro carregadores, nove carregadores de fuzil, bombas de gás e munições para pistola calibre 40 e 9 mm. E na sua residência foram apreendidas uma carabina 40 e uma pistola ponto 40 - armamentos da PM - mas que o oficial não tinha autorização para usar.

A corrupção é igual ao pecado. Sempre existiu e vai continuar existindo.  Tem é que ser combatida sem tréguas. 

Uma boa notícia - Parabéns aos policiais que prenderam Luiz André da Silva Costa, 35 anos, conhecido como Badinho, um dos principais fornecedores de armas e drogas do Comando Vermelho. E apontado também como homem de confiança de Fernandinho Beira- Mar.