Reformas já!

Postado por Paulo Cezar Soares | Quinta-feira, 27 de Outubro de 2016

Você deixaria seu filho fazer concurso para a PM carioca? Penso que não. Por todos os problemas que a envolvem, entre eles, a corrupção e a morte de policiais pela bandidagem, qualquer pai digno desse nome iria de todas as formas tentar demover o filho da ideia.

E sugerir um outro tipo de trabalho, menos perigoso e estressante. E, claro, com uma  remuneração melhor. Segundo dados da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj,) de janeiro a outubro 115 policiais - civis e militares - foram mortos e 556 feridos.

A credibilidade da PM perante a população é ruim. Fato que afeta a autoestima da tropa. E acaba criando graves entraves para reivindicações de todos os matizes diante do Poder Público.

Alguns estudiosos da segurança pública defendem a extinção da PM. Argumentam que, no seu lugar, deveríamos ter uma polícia fardada. Respeito a opinião dos que advogam a tese. Por ora, penso diferente, ou seja: sou contra a extinção. Mas defendo uma reforma geral. Não dá para continuar retroalimentando os mesmos problemas de sempre.

O momento talvez não seja o mais adequado por causa da grave crise ecnômica que o Estado está enfrentando. Mas, a despeito disso, muita coisa pode ser feita sem envolver grandes gastos. O importante é que, do soldado ao coronel, todos defendam reformas estruturais. Entre elas, aumentar o período  de treinamento dos novatos. E maior valorização dos PMs experientes.

Acomodar-se ou ficar omisso diante do quadro atual não é bom para ninguém. Ao fim e ao cabo todos perdem - os policiais e a sociedade.

Portanto, reformas já!

Comentários

Adicionar comentário

Preencha o formulário abaixo para postar seus comentários