A crise será vencida

Postado por Paulo Cezar Soares | segunda-feira, 17 de Outubro de 2016

No último sábado, um artigo de Antônio Carlos Costa, fundador da ONG Rio da Paz, publicado no jornal O Globo, com o título - UPP, o colapso do sonho de paz - retrata com  objetividade, sem maiores delongas, discursos preconceituosos ou de cunho partidário, o  desgaste e a perda da credibilidade perante a população, de mais um projeto para a área de segurança.

Por que não deu certo? - pergunta o autor do artigo, que enumera vinte tópicos que contribuíram, como diz o título do artigo - por sinal muito bom, diga-se de passagem - para o colapso do sonho de paz.

Destaco quatro deles, que, na minha opinião, contribuíram de forma decisiva para a atual  crise das UPPs

Topico 3 -  porque não foi dada condição digna de trabalho aos policiais que atuavam na ponta; 14 - porque toleramos sistema prisional transformado em campo de concentração; 17 - porque policiais jovens e despreparados tiveram que lidar com a complexidade da vida na favela, sendo forçados a cumprir tarefas que não são da polícia, num ambiente marcado pelo histórico de violações de direitos humanos cometidas pelos policiais  do passado; 20 - porque julgamos que foi justo e oportuno investirmos fortuna de verba pública em grandes eventos esportivos numa cidade marcada pela privação, exclusão, vulnerabilidade, de milhões de seres humanos.

Não é apenas o projeto das UPPs que enfrenta uma crise. Infelizmente, é todo o Estado do Rio de Janeiro. Diante disso, o povo está sofrendo. Muito! E nesta hora é preciso manter a coragem da esperança. Pouco importa saber de quem é a culpa, embora ela tenha nome e sobrenome.

Críticas à parte, a despeito de todas as dificuldades, em respeito a cada funcionário público em particular, e ao povo carioca, penso que todos devem trabalhar com afinco, na marca, sem mumurações.

A crise será vencida. Creia nisso.

Não desista. Vá à luta.

Que Deus proteja o Rio de Janeiro. E o Brasil.

Comentários

Adicionar comentário

Preencha o formulário abaixo para postar seus comentários